Como é que o Luxemburgo atingiu a prosperidade económica?

Em 1950, o Luxemburgo era um país dependente da mineração, com um pequeno crescimento e poucas perspetivas de ascensão. Contudo, em 60 anos a economia luxemburguesa transformou-se completamente, e hoje, é considerado o ‘coração financeiro da União Europeia’ e o segundo maior polo de fundos de investimento, perdendo o primeiro lugar para os Estados Unidos. O Luxemburgo tem sob administração o total de 4 triliões de Euros, um valor 50 vezes maior que o seu PIB. Em 2020 o PIB per capita atingiu o maior valor do mundo, mais do dobro de países como a Noruega ou Estados Unidos.

Mas, o que é que o Luxemburgo fez para atingir a prosperidade económica?

Para entender esta economia temos que voltar até 1912. Nesta época o Luxemburgo era um país que tinha muitas reservas de minério de ferro, ou seja, a economia girava em torno disso. Cerca de 60% de toda a mão de obra industrial concentrava-se na produção de aço a partir deste minério. E, foi nesta época que uma das maiores empresas neste ramo começou a dar os primeiros passos, a ‘ArcelorMittal’. Com esta empresa a propagar-se no mercado, vários alemães e franceses imigraram para o Luxemburgo com o propósito de trabalhar nas minas e o país ficou visto como um lugar de oportunidades.

Em 1914, eclodiu a primeira guerra mundial afetando diretamente o Luxemburgo com a invasão alemã, facto histórico que se veio a repetir mais tarde na segunda guerra mundial. Estes conflitos devastaram o país, que teve um declínio enorme na produção mineira, infraestruturas totalmente danificadas e taxas de desemprego elevadas. Mesmo no pós-guerra com o aumento das exportações, pressionados pela necessidade de reconstrução da Europa, a economia luxemburguesa estava com uma taxa de crescimento inferior à dos países vizinhos. Para além disso, ainda existiam outros problemas. As minas siderúrgicas luxemburguesas tinham um baixo teor de ferro, ou seja, eram de menor qualidade quando comparadas às de países como França ou Suécia. Devido à importância destas minas para o país, que contribuíam fortemente para a economia e que estavam em declínio, eles precisaram de se reinventar.

Foi em 1952, quando o Luxemburgo foi escolhido para ser a sede da Comunidade Europeia do carvão e do aço, que viria a tornar-se a União Europeia como conhecemos nos dias de hoje, que a economia iria transformar-se para sempre.

Graças à localização geográfica no coração da Europa, estabilidade política, transparência, liberdade económica e impostos baixos para o setor financeiro que o país foi escolhido para sediar diversas instituições financeiras da União Europeia e atender os fluxos de capitais do bloco. O banco de investimentos europeu, o fundo de investimentos europeu e o secretariado do parlamento europeu, tem como sede: Luxemburgo. Este fator impulsionou a criação de um mercado bancário único que se adaptou para receber serviços financeiros num ambiente multi-jurisducional e multi-monetário para toda a União Europeia.

Bancos alemães, norte-americanos, japoneses entre outros, escolheram este país como base. Em 1970, 37 bancos operavam no Luxemburgo e em 1980 este número cresceu para 108. Em 1970, a indústria siderúrgica representava 30% do PIB e o setor financeiro 5%. 50 anos depois a siderúrgica correspondia a 2% e o setor financeiro 25%. Hoje, com mais de 4 mil fundos de investimento, o país detém uma alta performance no seguimento. O sistema financeiro agrega 27% do valor aos serviços, mais do dobro do que por exemplo, Suíça ou Reino Unido. Para alem disso, a bolsa de valores luxemburguesa é líder mundial no mercado de títulos, que é um mecanismo utilizado por governos e empresas para se financiarem. A bolsa detém 40% de todos os títulos listados na Europa e metade dos países do bloco emitem dividas por intermédio desta bolsa de valores.

De notar que, um dos fatores impulsionadores do crescimento do Luxemburgo é a história de políticas de imigração que contribui para o aumento de mão de obra qualificada. Entre 2005 e 2015 a população cresceu 3% e hoje 46% dos habitantes no país não tem nacionalidade luxemburguesa.

Investimento na educação

O investimento feito nas universidades, cerca 600 milhões de Euros anualmente direcionado para a investigação contribuíram para o desenvolvimento no setor financeiro.

Cerca de 40% do orçamento do estado é arrecadado pelo setor financeiro o que permite uma alta estabilidade financeira aos habitantes e uma das menores dívidas da Europa, cerca de 22% do valor do PIB e com isso investem na qualidade de vida da população com educação pública e um sistema de saúde acessível.

De 1980 a 2000, o país cresceu cerca de 5% ao ano mais que o dobro da média europeia e ultrapassando todos os países do continente à exceção da Irlanda. Entre 1991 e 2014, o PIB triplicou e o país viu o PIB per capita tornar-se o maior do mundo.

 Atualmente o Luxemburgo diversifica a economia e adapta-se aos novos tempos, incentivando o setor das start-ups na área das finanças, com a criação de diversas iniciativas como a: Technoport, criada pelo ministério das finanças, para fornecer apoio à dinamização destas empresas no país.

Um dos setores que tem sofrido um forte investimento por parte do Luxemburgo é o espacial. Operam 54 satélites para orbitar a terra. São o segundo maior do mundo no seguimento e um dos pioneiros na mineração espacial de asteróides com a criação de uma série de regulamentações e incentivos no setor, nomeadamente o programa governamental ‘Space Resources’ que investe 200 milhões de Euros em produtoras relacionadas com a mineração de asteróides. O setor espacial representa 2% do PIB.

Foi desta forma que ao longo dos anos o Luxemburgo atingiu um crescimento económico prospero. De um país dependente da mineração a centro financeiro.

Fontes: Fonte, Fonte, Fonte, Fonte, Fonte.

4 thoughts on “Como é que o Luxemburgo atingiu a prosperidade económica?

Add yours

  1. O Luxemburgo, não tem Socialistas nem os Luxemburgueses votam em crápulas ou gatunos, como acontece em Portugal. Os Portugueses 1,7 milhões continuaram a votar no partido socialista, apesar das mentiras e roubalheira descarada dos mais corruptos em Portugal.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a website or blog at WordPress.com

EM CIMA ↑